Fotografia | Dicas de fotografia para blogueiras "Conceitos básicos" - Parte 1


Oi gente! Tudo joia? 

Como alguns de vocês já devem saber, eu mexo com fotografia, já fiz curso e alguns trabalhos. Então eu resolvi começar essa série de post aqui no blog, para dar algumas dicas pra vocês que estão começando agora. 

Fotometria é a medição da luz. Toda câmera possui um fotômetro, desde as mais antigas até as mais atuais. E é o fotômetro que vai nos indicar como a foto vai sair de acordo com os ajustes do diafragma, velocidade e no ISO. 



O fotômetro nos indica se a exposição da foto está correta (0)  ou se está claro ou escura demais. É só ir com a setinha até ela chegar ao meio. Dependendo do seu gosto pessoal, a seta não precisa ficar sempre no meio (0). Eu por exemplo, gosto das minhas fotos um pouco mais escuras e na maioria das vezes deixo um, dois pontinhos a nenos ou até o -1. E é claro, tudo vai depender do seu gosto, da luz do ambiente... 

O balanço de branco é uma parte bastante importe para uma boa fotografia e é o ajuste de temperatura da cor que vai ficar sua foto. Nas câmeras existem várias opções pré-ajustdas: AWB (automático), nublado, luz do dia, tungstênio, fluorescente, flash... Eu separei aqui, uma tabela onde vocês vão poder entender um pouquinho melhor. (como vocês poderão ver na tabela, quanto mais azul, mais quente e quanto mais amarelo, mais frio.)
Sendo então que: o azul é mais quente, e o amarelo mais frio. Se por exemplo você está num ambiente onde a luz é muito amarelada, você pode usar a opção fluorescente, que vai deixar usa foto um pouco mais azulzinha. 



O foco é a área de nitidez de uma fotografia. Ele é uma das partes mais importantes da fotografia. É ele que determina a área da foto que ficará em evidência. 


O foco manual é aquele em que basta girar o anel de foco da lente até a imagem ficar nítida. E o automático, é só apertar até a metade do botão de disparo e a câmera já vai identificar o objeto á ser focado. 



Ainda falando sobre o foco automático, ele possui duas opções a seleção automática (a câmera meio que escolhe onde irá focar) e a seleção manual, (você quem escolhe aonde vai ficar o foco).



 Raw ("cru")

  • Ideal para fotos em maior qualidade
  • Armazena todas as informações possível 
  • Arquivos que podem ser recuperados, editados e manipulados.
JPEG

  • Arquivos compactos e leves
  • Ocupa pouquíssimo espaço no cartão de memória.
  • Compatíveis com qualquer sistema operacional.
  • Rápido na a transferência.

Por hoje é isso gente! Caso você tenha alguma dúvida, é só deixar nos comentários.

Na segunda parte desse post, eu irei falar sobre A questão do ISO, abertura e velocidade que eu citei no comecinho do post. 

4 comentários:

  1. Super bem elaborado seu post, vai ajudar muita gente. Parabéns, beijos.

    ResponderExcluir
  2. nossa bem o que eu precisava, adorei as dicas, vou usa-las em breve.
    beijos


    http://entrevereviver.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Caroline!
      Bjooos

      Seu blog é uma graça!

      Excluir